Últimas notícias
 
Home
A Câmara
Notícias
Associados
Associar-se
Anunciar no site da CBC
Contato
Mapa do Site
Buscar no site

 
Recursos autorizados para o transporte não foram investidos em 2013 PDF Imprimir E-mail

Para 2014 investimentos chegam a R$ 15,7 bilhões em infraestrutura de transportes

No ano passado, dos R$ 15,4 bilhões que o governo federal autorizou para investimento em transporte, R$ 10,4 bilhões foram pagos, incluindo restos a pagar de anos anteriores. Segundo a Sondagem Econômica, divulgada pela CNT (Confederação Nacional do Transporte), aproximadamente 32% dos recursos disponíveis não foram investidos no ano passado.  A pesquisa mostra que 94,8% dos empresários desconheciam o volume de recursos.

 

De acordo com dados do Siga Brasil, portal do Senado que compila dados do Orçamento Federal, estão autorizados R$ 15,7 bilhões para investimento em infraestrutura de transportes em 2014. No entanto, 95,3% dos empresários do setor desconheciam o volume. Ao serem informados do montante, 89,3% disseram não acreditar na capacidade do Governo Federal de realizar integralmente os investimentos até o final do ano. A falta de planejamento é para seis em cada dez empresários, o principal motivo para isso.

 

Conforme a Sondagem Econômica, outros fatores também devem afetar a capacidade de gestão dos recursos e impactarão na realização das obras de transporte em 2014: eleições, Copa do Mundo e realocação de recursos do transporte para outras áreas de interesse do Governo Federal.

Para 41,7% dos transportadores rodoviários, a medida fundamental para o segmento é melhorar a qualidade das rodovias. Outros 26,9% citam a redução da carga tributária e 10% a desoneração do combustível. Outros 21,4% acham que outras medidas são necessárias.

 

No caso do aquaviário, 28,3% dos empresários pedem menos burocracia para operar nos portos e terminais; 24,5% citam a redução da carga tributária e a melhoria na acessibilidade para os portos é mais relevante para 17%. Por fim, entre os transportadores ferroviários, 80% reivindicam a aplicação dos recursos provenientes dos arrendamentos pagos pelas concessionárias no próprio setor e 20% melhoria na acessibilidade aos portos.

 

Fonte: CNT.

 
 


 
 © 2018 CBC
Câmara Brasileira de Contêineres, Transporte Ferroviário e Multimodal
Rua Uruguaiana, n° 10 - Sala 1.508, 15° andar
CEP: 20050-090 Centro - Rio de Janeiro (RJ)
Tels: (21) 2263-1645 e 2233-2333
Tel/Fax: (21) 2233-9258

Realização: